Thanos

Z-Thanos

Infelizmente não há como negar que Thanos e Darkseid se parecem demais.

Enquanto a intenção do Senhor de Apokoplips é conseguir a Equação Antivida para depois destruir todo universo. Com Thanos a situação também é quase a mesma, pois quer usar a Manopla do Infinito para destruir o universo e ser digno de estar com sua amada a Morte.

O Titã Louco foi criado pelo consagrado Jim Starlin e surgiu pela primeira vez na edição Iron Man # 55, em 1973.

No passado a lua de Titã era governada por Mentor que conseguiu avanços tecnológicos e paz durante seu mandato. Seus filhos Thanos e Starfox eram bastante diferentes, pois enquanto o primeiro desejava somente o poder. O segundo podia estimular os centros de prazer do cérebro dos seres vivos e se aproveitou pra conquistar várias mulheres com este dom (a Mulher-Hulk foi uma delas).

Thanos se ergue contra Mentor que foi obrigado a buscar ajuda com Kronos, seu pai que criou Drax, o Destruidor (para matar Thanos). Drax perdeu a batalha e Thanos conquistou o trono de Titã e foi a procura do Cubo Cósmico (ou atualmente Tesseract).

Thanos pertence a raça imortal dos Eternos no Universo Marvel e além de ser um estrategista com inteligência exacerbada. Ainda tem poderes praticamente inigualáveis como: resistência, velocidade, durabilidade e força sobre-humanas.

Se apenas isso não bastasse também pode controlar energia e manipular matéria, seu corpo resiste a intenças mudanças climáticas. E além de ser um lutador da mais alta eficiência ainda possuiu poderes de telepatia, telecine e teletransporte, ufa!

Thanos é inimigo de Adam Warlock que possui uma parte maligna conhecida como Magus que no futuro tenta dominar o universo através da Igreja Universal da Verdade. Somente o esforço em conjunto de Adam, Pip, o Troll, Gamora e do próprio Thanos para impedirem que no futuro Warlock se torne Magus apagando sua linha temporal (da existência).

Thanos participou de diversas sagas espaciais do Universo Marvel, mas sua aparição no final dos Vingadores (2012) foi suficiente para causar um enorme alvoroço na cabeça dos fãs de gibis (confesso que fiquei doido).

Depois tivemos mais uma pequena apreciação no excelente Guardiões da Galáxia, mas  foi de maneira bastante rápida e por último na cena pós-créditos de Vingadores 2 (nos deixaram com a pulga atrás da orelha).

É claro que a participação do Avatar da Morte na fase 3 do UMC está deixando empolgadíssimos a todos nós e podemos apenas esperar até 2018 pra saber como isso será mostrado.

O caminho tem sido preparado para tal acontecimento, pois a Joias do Infinito tem parecido durante a Fase 2 que termina com o filme do Homem-Formiga.

Vimos o Tesseract, Éter e a Orbe respesctivamente nos filmes: Capitão América 1, Thor 2 e Guardiões das Galáxias.

z-Loki_Tom_Hiddleston

Loki

No aclamado filme dos Vingadores, Loki (Tom Hiddleston) tornou-se aquele vilão que todos nós adoramos odiar. Sua popularidade nos quadrinhos “talvez” nunca tenha alcançado esta magnitude quanto temos visto com o ator.

Loki Laufeyson foi baseado na mitologia nórdica sendo criado por Stan Leel, Jack Kirby e Larry Lieber e surgiu pela primeria vez na edição Journey into Mystery #85, em 1962.

Seu ódio irracional pelo Deus do Trovão foi a causa do surgimento dos Vingadores, nos anos 60. A equipe era formada por: Homem-Formiga, Vespa, Thor, Hulk e Homem de Ferro.

O vilão asgardiano é filho de Laufey, rei dos gigantes do gelo e tinha direito ao trono de Jotunheim (que pertence aos Nove Reinos mitológicos).

Odin o criou como seu filho adotivo, mas devido a grandeza e preferência por Thor, Loki cresceu a sombra do Loirinho e seu ódio tornou-o maior inimigo dele através dos séculos.

Além de ser arrogante e ambicioso, Loki possui uma inteligência fora do comum, sendo um dos maiores manipuladores que já vi.  Em suas artimanhas sempre faz seu meio-irmão cair em sua tramoias (fato mostrado até nos filmes).

Loki é um dos maiores feiticeiros do Reino Dourado. Sua magia pode transforma-lo em qualquer pessoa que assim desejar, pode projetar energia, é imune a qualquer tipo de venenos, ilusionismo, mantém controle sobre o fogo e o gelo e até a capacidade de voar.

Engana-se quem pensa que Loki é tão fraquinho como foi mostrado, pois ele é mestre no combate corpo-a-corpo e também de espadas. Mesmo fugindo das batalhas contra seu meio-irmão já demonstrou quando está decidido ser um páreo quase a altura do Thor.

A belíssima Encantor é sua aliada mais constante, mas Amora em nível de magia perde somente pro Príncipe de Asgard. Loki utilizou o robô Destruidor para matar o Trovejante e também foi responsável pelo surgimento do Homem-Absorvente (outro nome de vilão ridículo).

Assim como aconteceu nos gibis vimos em Thor 2 que Loki usurpou o trono de Odin e durante Vingadores 2, Thor toma banho num tipo de fonte do conhecimento.

Cenas que provavelmente nos levarão para Thor: Ragnarok (2017) que “possivelmente” irá explorar a morte dos deuses assim como está escrita na mitologia nórdica.

Confira na galeria abaixo algumas imagens dos vilões da Marvel que garimpei na web

0-Thanos-boris-vallejo 1 2 3.1 3.2-loki-amora-skurge 3.3-ultron 3-rei do crime 4 5 6-norman osborn 7 8-Magneto 9-general-thunderbolt-ross 10-hulk vermelho 11-venom 12-Ymir 13-zodiac abominável abutre alex ross_villains Alto-Evolucion apocalipse Arnim-Zola barão von strucker barão zemo 1 barão zemo 2 Black_Tom_Cassidy carnificina caveira-vermelha clube-do-inferno crossbones dentes de sabre Destroyer dormammu doutor octopus dr.destino-by_butones drax, o destruidor duende-macabro electro encantor e skurge-mitch foust escorpião Galactus-hugo dourado gangue da demolição garra-sônica graviton homem absorvente Irmandade 1 irmandade 2 kang-mike mignola killmonger Kraven kurse lagarto-joe-jusko Legião Líder Malekith Mandarin mephisto modok ninhada radioactive_man rei-das-sombras-Amalm Farouk rhino shuma-gorath sociedade-serpente Sr_Sinistro_by_Robert_Atkins Super_Skrull Surtur taskmaster wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper venom wallpaper-Thunderbolts-Viloes

Anúncios

Marvel 2099

Spider-Man2099

No quase distante anos de 1992, a Marvel Comics conseguiu novamente ter uma sacada genial criando o Universo Marvel 2099.

Dizem as lendas que a criação deste futuro distante veio do próprio Stan Lee que numa parceria com John Byrne criou o mutante Ravage. Depois partiram pro conceito do surgimento de todo um universo á parte do tradicional que conhecemos.

Alguns dos principais ícones da editora receberam histórias e roteiros surpreendentes renovando e jogando séculos no futuro os heróis: Homem-Aranha, Justiceiro, Hulk, X-Men, Motoqueiro Fantasma (e até o vilão Doutor Destino também).

A grande diferença desta versão pra tradicional é que seu universo era futurista contendo uma enorme influência de cyberpunk e também mostrava uma utopia negativa. Dominado por grandes corporações a Alchemax é a que mais se destaca nas edições.

Com o passar do tempo essas histórias ficaram confinadas na Terra-928, uma Terra paralela ligeiramente diferente do Universo 616. Vamos aos heróis?

Homem-Aranha 2099

Foi criado com roteiro do inigualável Peter David e arte de Rick Leonardi sendo a primeira incursão da editora neste universo fantástico.

Miguel O’Hara, era um cientista que trabalhava num projeto de aprimoramento genético comandado pela indústria Alchemax. Eles haviam se inspirado nos poderes do Homem-Aranha original querendo duplica-lo em seres humanos.

Num teste fatídico, uma cobaia humana foi usada pra que sua força física fosse ampliada resultando na morte dele. O’Hara ficou deprimido e decidiu sair do projeto, mas o empresário Tyler Stone injetou nele a  substância Êxtase (um fortíssimo alucínogeno que torna a pessoa seu dependente de forma imediata).

Devido a isso, Miguel parecia não ter escolha a não ser trabalhar pra Alchemax. Mais num momento de lucidez resolveu utilizar seu próprio código genético na experiência pra poder se livrar da depência da droga.

Só que o pentelho do Aarron por mera vingança mexeu na programação misturando os códigos do Projeto Aranha e após uma explosão, Miguel saiu delá transformado no novo Homem-Aranha.

A parte mais interessante é que O’Hara ficou bem diferente do Peter Parker, pois tinha garras retráteis que podiam até rasgar seus inimigos, visão sensível á luz, podia injetar veneno e disparava teias orgânicas. Fora tudo isso era igualzinho ao Peter, mas seu sucesso foi até aproveitado no filme do Cabeça de Teia, em 2002.

Tendo que fugir da Alchemax, Miguel de forma muito enrolada segue pro seu apartamento e teve a ideia de utilizar uma roupa do Dia dos Mortos que usou no México. Nesse momento já estava sendo perseguido pelo Risco, ciborgue contratado pela empresa pra capturá-lo.

Esse negócio de virar herói não era o pensamento de Miguel, pois queria voltar ao normal o mais rapidamente que pudesse.

Só que as coisas vão piorando a cada momento em sua vida, porque além de fugir alucinadamente pela cidade sendo caçado pelos mais diferentes mercenários como: o Especialista, Stark-Fujikawa e Abutre. Ele precisará salvar Kasey, a namorada do Gabriel O’Hara, seu irmão. Somente após isso ele se dá conta que a nova vida está adiante dele é realmente a que deseja ter.

Lembro que eu me amarrava na Lyla, a projeção holográfica que parecia ter uma paixão pelo Miguel (e também aquele clima alucinante de perseguição me deixava empolgado).

hulk-2099

Hulk 2099

Foi criado por Gerad Jones e Dwayne Turner sendo inicialmente publicado, em 1993.

John Eisenhart era um inescrupuloso executivo de cinema da Lotusland Productions que estava pesquisando a história de um culto chamado de “Os Gladiadores de Banner” (que idolatravam o Hulk). Sua intenção era ter uma produção cinematográfica desta história, mas não conseguiu um acordo com Enéias, líder deles.

Os Gladiadores são um grupo de fanáticos que usavam espadas e doutrina religiosa contra os costumes da civilização.

Até que o garoto, Gawain de forma inocente lhe contou toda verdade sobre o grupo, pois eles estavam fazendo experiências com raios gama a fim de criar um novo Hulk. John chamou a Bons Sonhos, a polícia que chacinou friamente todos Gladiadores, Gawain cheio de ódio ia usar a arma contra a Bons Sonhos, mas John entrou na frente sendo atingido.

Devido a sua fúria transformou-se numa imensa criatura verde, o Hulk 2099.

Devido ao remorso por ter causado aquela tragédia toda, o monstro estava procura de Gawain para saber se estava vivo e salvá-lo da Bons Sonhos.

Eu não gostei do visual do Hulk que lembra demais o Venom e também não acompanhei o restante de suas histórias.

punisher-2099

Justiceiro 2099

Jake Galows foi criado com arte de Tom Morgan e roteiro de Tony Skkiner & Pat Mills, em 1993. Depois do Rick Leonardi que trabalhou no Miguel O’Hara a arte de Tom Morgan foi uma das melhores pra mim nos títulos deste universo.

Bom, Jake era um dos melhores policiais do Olho Público, uma polícia que agia somente se os cidadões tivessem com seu pagamento em dia (pra protege-los).

Como havia acontecido séculos atrás sua família sofre um atentado causado pelo psicótico, Kron Stone que de forma doentia odiava famílias felizes (Jake quase morreu também no atentado).

Mesmo matando publicamente a família de Galows, Stone saiu calmamente impune com a fiança paga. O sistema corrupto ajuda quem tiver mais dinheiro (como se isso já não acontecesse hoje em dia).

Jake quase acaba com a raça do idiota ali mesmo no tribunal, mas foi contido pelos policiais. Até que seu amigo, Matt lembrou dos arquivos secretos do Frank Castle. Então, Jake inspirado pelo diário de Castle resolve transformar-se no Justiceiro.

Depois da perda de sua família, Galows ficou tão psicologicamente alterado e fanático por justiça que pra mim ficou mais perigoso que Castle.  Tendo a sua disposição um vasto arsenal antigo também resolveu limpar as ruas dos criminosos que encontrava a sua frente.

Ele sempre está caçando os criminosos que conseguem burlar as leis corruptas da sociedade hipócrita levando-os ao seu tipo de justiça a morte.

A parte legal é que o Justiceiro 2099 usava um embaralhador de rosto que sempre mostra uma caveira (pra que não seja reconhecido).
Além disso sua armadura plástica é de alta densidade para protegê-lo dos projetéis, bastão energético, Magnum calibre 54, Pacificador Urbano Stark-Fujikawa calibre 48 e botas turbinadas.

Os policiais ficavam loucos com suas ações e Jake estava ali na frente deles vendo tudo aquilo que havia executado. Eu ficava boquiaberto, pois sua vida como Justiceiro era como se fosse uma personalidade á parte de Jake.

Outro aspecto interessante é que nesta época as pessoas frequentam a Igreja do Thor venerando realmente a volta do Deus do Trovão como algo especial.

Ghost-Rider-2099-Bachalo

Motoqueiro Fantasma 2099

É a melhor versão cyberpunk de todos os personagens da Marvel e foi criado por Len Kaminski, Mark Buckinham e Chris Bachalo, em 1993.

Zero Cochrane era um hacker que estava fugindo da corporação D/Monix, pois havia roubado informações comprometedoras da empresa. Infelizmente, Zero foi assassinado, mas sua alma vagou pelo Ciberespaço indo parar na Oficina Fantasma. Devido a sua atitude e ousadia teve como opção voltar pro mundo real para vingar-se dos que haviam provocado sua morte.

Sua mente foi carregada tipo um software, num robô de combate com alta tecnologia (que se assemelha com o antigo herói Motoqueiro Fantasma). Essa versão consegue camuflar-se como qualquer pessoa, tem capacidade de ocultamento holográfico, lança raios laser dos olhos, uma garra de metal ultra resistente na mão direita e uma motosserra energizada na mão esquerda.

O Motoqueiro surge vingando sua morte, porém depois o único sentimento que o faz prosseguir é a raiva que tem pelas grandes corporações, por causa das injustiças e sofrimento que acontecem as pessoas ao seu redor.

Mesmo dispondo de incríveis poderes o Motoqueiro Fantasma 2099 tem uma limitação, pois sua bateria precisa ser recarregada constantemente (para evitar mau funcionamento).

Lembro que os problemas Zero foram causados por seu próprio pai que participava ativamente de um mega corporação.

x-men-2099

X-Men 2099

A equipe teve argumento de Ron Lim e arte de John Francis Moore e também foi lançada, em 1993.

X-Men 2099 foi a versão mais pessimista de todas, pois o sonho de Xavier nunca se concretizou. Todo aquele que nasce com o Fator X é tratado como um pária pelo resto da sociedade. E se não me falha a memória também foi o grupo de heróis que menos fez sucesso.

Os X-Men de Charles Xavier foi o grupo mutante mais famoso e inspirador de uma enorme gama de gerações de mutantes.

Na trama há séculos atrás a raça mutante quase foi exterminada por causa do Grande Expurgo quando foram exaustivamente caçados, mas houveram poucos que conseguiram sobreviver.

Xian é o mutante conhecido como Fantasma do Deserto, um novo mentor que agrega tanto a forma de pensar de Charles quanto a de Erik. Ele luta contra mega corporação comandada pela família Syng, em Las Vegas.

Essa família sequestra, aprisiona e mata em julgamentos escusos mutantes para servirem de espetáculo pra seus clientes. Quando, Noah Synge chefão do crime organizado é encontrado morto. Seus filhos Desdêmona e Lytton que numa ofensiva retaliatória vai até ao complexo Nuevo Sol (refúgio dos mutantes para assassinar Xian e seus protegidos).

O grandão Sucata traiu a todos informando a localização do santuário, porque divergia da visão idealista de Xian. Só que Xian foi gravemente ferido e vemos a equipe dos X-Men 2099 sendo formada por: Serpentina, Xakti, Dínamo, Furacão, Asa Sangrenta, Metálico, Sensora e Krystalin.

doom-2099

Doutor Destino 2099

Essa versão de Victor Von Doom foi criada por John Francis Moore e Pat Broderick, em 1992.

Destino se materializa de repente nas ruínas do seu castelo, na Latvéria depois de ter desaparecido por 100 anos. Sua querida terra natal estava sendo comandada por Tyger Wylde, um ciborgue mercenário. Ao tentar confronta-lo, Destino é derrotado, pois sua tecnologia está defasada.

Deixado pra morrer, Doom consegue refúgio numa tribo de ciganos que lhe ajuda na construção de uma nova armadura tecnológica (que seja capaz de competir com seu inimigo).

Num novo e dramático combate, Destino finalmente consegue derrotar Wylde e reaver seu lugar como monarca da Latvéria. O Doutor Destino 2099 descobre que o mundo tornou-se corrupto e caótico demais conseguindo tornar-se presidente dos Estados Unidos.

Mesmo que para concluir seus objetivos destruiu todos os seus adversários políticos, Destino teve um ótimo mandato como presidente (reconstruindo os EUA e nacionalizando as mega corporações).

O Universo Marvel 2099 começou como uma novidade, mas depois infelizmente se perderam em alguma parte. Quando começaram a surgir Thor, Vingadores e Capitão América 2099 fazendo uma confusão demasiada com o universo tradicional.

A solução foi cancelar os títulos e numa aventura catastrófica um meteoro entrou numa rota de colisão com a Terra. Fazendo com que todos os heróis se unissem para evitar a destruição do planeta.

Infelizmente quando os heróis foram lançados aqui no Brasil a qualidade gráfica não era das melhores estragando bastante a nossa diversão, mas mesmo assim Marvel 2099 fez história no coração de vários leitores.

Espero que tenham gostado e até o próximo texto.

As Meninas Super Poderosas

z-power_puffing_ladies_by_artgerm-

A cidade de Townsville!”

Houve uma época anterior ao surgimento de Ben 10 que a febre mundial em desenhos era The Powerpuff Girls.

Criadas por Craig McCraken lá no início dos anos 90 o nome das heroínas era Whopass Girls. A primeira aparição das meninas foi no curta-metragem The Whoopass Stew! A Sticky Situation. Nele já podemos notar alguns elementos que fizeram o sucesso da série animada.

McCraken é amigo de Genndy Tartakovsky criador do excelente Laboratório de Dexter que o ajudou a exibir suas personagens na Hanna-Barbera.

Inicialmente as meninas foram produzidas pela HB e hoje estão pela Cartoon Network Studios.

As Meninas Superpoderosas surgiram quando Professor Utônio tentou criar a garotinha perfeita misturando açúcar, tempero e tudo que há de bom e acidentalmente derrubou na fórmula o Elemento X.

Surgindo então: Florzinha (Blossom, vestido rosa) é a líder, mais inteligente de todas e gosta de fazer planos, Docinho (Buttercup, vestido verde) é a mais durona e brava de todas e Lindinha (Bubbles, vestido azul) é a mais meiga e gentil de todas com seu jeito inocente.

As meninas possuem vários superpoderes como visão de calor, invulnerabilidade, velocidade, projeção de energia, visão de raio-x, super-força e voo.

Sempre que o chato do Prefeito precisa de ajuda telefona pra meninas seja para salvar a cidade ou por algum motivo fútil. Apesar do Prefeito ser um completo idiota em sua companhia temos a Srta. Belo, sua sexy e misteriosa secretária que escutamos somente a voz.

O que era pra ser um desenho somente pro público infantil virou um enorme sucesso entre os adultos e ganhou o mundo inteiro (vendendo vários produtos licenciados).

Parte do seu sucesso eram os diversos e inesquecíveis personagens coadjuvantes que ajudavam e muito na ambientação da série animada.

O Professor Utônio que se virava como pai solteiro e mesmo sendo muito inteligente tinha um coração bondoso. Fazia o papel tanto de pai quanto de mãe delas (dando de maneira carinhosa explicações de todas as coisas erradas que as meninas faziam).

Temos também o seu maior arqui-inimigo Macaco Louco que era um bicho de estimação do Professor. Quando o Professor criou as meninas o macaquinho muito bagunceiro atrapalhou fazendo o Elemento X cair na fórmula e no momento da explosão foi afetado com seu cérebro crescendo.

Um fato interessante é que o próprio Macaco Louco foi quem criou os Meninos Desordeiros uma versão maligna das meninas para destrui-las. Durão (Brick) é o líder demonstra ser arrogante, orgulhoso e temperamental, Fortão (Butch)  é hiperativo adorando destruir as coisas e Explosão (Bloomer) é o mais idiota e agressivo de todos.

Fora ele ainda tinha: a Princesa MaisGrana, uma menina rica, chatíssima e muito mimada, que deseja se tornar uma Menina Super-Poderosa de qualquer maneira. A Gangue Gangrena, um grupo que adora fazer bagunça na cidade.

Ele, um monstro imortal e tão assustador que se alimenta das emoções negativas dos seres humanos. O estranho Trio Ameba que obviamente são três amebas atrapalhadas que tentam cometer crimes que não dão certo.

As Meninas Superpunks: Furiosa, Bruta e Pirallha vilãs que são versões de nossas heroínas e moram num universo paralelo. E também tinha, a encantadora Sedusa e o estranho Mask´Scara.

O desenho das Meninas Super Poderosas é interessante porque, além de ensinar igualdade e respeito a diferença de gêneros pra crianças. Nós tínhamos diversas situações engraçadas e divertidas misturadas com muita ação (na luta contra o mal).

Fora isso tudo podemos encontrar diversas referências quanto a cultura pop em geral tipo: Star Wars, Jetsons, Flintstones, The Doors entre várias outras.

O meu episódio preferido de todos é Meet the Beat-Alls que só tem referências dos Beatles do início ao fim (o quarteto é uma das minhas bandas preferidas).  No desenho os quatro piores inimigos das Meninas se juntam e notam que assim nada pode detê-los.

Eles se autodenominam The Beat-Alls obviamente uma alusão ao nome do famoso grupo inglês. Nossas heroínas são derrotadas repetidas vezes até que um discurso do Professor deixa-as motivadas pra seguir e vencer.

Outra parte interessante é quando o Macaco Louco conhece Moko Jono, se apaixona e passa a se vestir de branco (igual John Lennon com Yoko Ono).como se só isso não bastasse temos as imagens dos discos With the Beatles, Abbey Road, Please Please Me entre outras coisas. É claro que existem outros episódios memoráveis, mas este é inesquecível pra mim.

A série animada das Meninas tinha duração de 22 minutos e foi exibida de 1998 até 2000.

O sucesso merecido de PPG rendeu trilhas sonoras, série de jogos e também vários prêmios do tipo Emmy Awards.

Algum tempo depois veio As Meninas Superpoderosas Geração Z (2008).

O anime foi baseado na versão original, mas agora estamos em Tóquio. A trama mostra Ken Kitazawa, filho do Professor e ambos estavam trabalhando no Laboratório Nacional de Ciências. Eles estavam pesquisando Chemical X até que acidentalmente Peach, um cão-robô deixa cair um bolinho dentro da substância causando uma reação (fazendo surgir a Chemical Z).

Ken inadvertidamente dispara um raio de Chemical Z numa geleira provocando o surgimento de estranhos raios preto e branco. Enquanto a luz branca atinge três meninas que ganham superpoderes Hyper Blossom (Momoko Akatsutsumi), Rolling Bubbles (Miyako Gōtokuji) e Powered Buttercup (Kaoru Matsubara). A luz negra transformava pessoas e animais em monstros fazendo surgir os vilões conhecidos da série anterior.

Eu não gosto de PPGZ, porque ficou estranha até demais. Na verdade eu adoro anime só que desvirtuou muito aquilo que conhecíamos e ficou chato, sem brilho e totalmente sem graça.

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Meninas Superpoderosas e também outras musas dos desenhos que garimpei na web

2.1

0 1.1-Power_Puff_Girls_by_genryusai 1.2 1.3 1.4 1.5-power_puff_tenn_girls_by_kokoricosas 1.6-ppw_colors_by_danimation 1 2.0

 2.2-Miss_Bellum_by_ivanev 2.3-princesa

2-elsa_frozen__by_carlo_marcelo 3-J. Scott Campbell 4-mary_poppins_by_pardoart 5-sam_manson_20s_by_zoda_z-d7syps2 5-toph_bei_fong_by_dandonfuga1 6-big_hero_girls____gogo_tomago_and_honey_lemon_by_teban19 7 8-the_bunny_caretaker_by_dzappa7778 9-yoko_littner_by_kr0npr1nz 10 11-Kim_cartoon 12-cartoon_SFToon 13 14-chel_3_by_papawaff-d567ts7 15-agent_honeydew_by_grimphantom 16-commission__ember__sexy_rock_star_by_grimphantom 17-princess_bubblegum_by_theprofanecomedy 18-marceline-adventure-time 19-fionna_adventure_time_by_phadme 20-rapunzel_by_elias_chatzoudis 21-the_three_queens__by_alexwhiteprince1 22 27 28 28-by-reiq 31-daisy_mayhem_by_darkvigilante 32 33-teela_heroic_captain_of_the_guard_by_eamonodonoghue aj__beach_time_by_erohd androide 18 artgerm Atomic_Betty_by_maniacalcarrot betty-otto-schmidt calhoun carmen-san-diego chichi_by_aldodark Cybersix_by_zanker dirty pair disco_diva_by_soniskbooster dr_holiday-by-garrett-blair elektra_vs_chun_li_by_ataribetch HI_HI_PUFFY_AMI_YUMI_3_by_CATGIRL0926 holli_would_by_inspector97 janine_by_sigurdhosenfeld jazz_fenton_by_freeman2 Kimberly_Commis_By_PaulAbrams_by_mindcontroller99 kim-possible-terry-dodson lydia_by_erohd my_fav_gals_by_thespacecowgirl-d7fmpkw paulina_by_darkvigilante pgandara pocahontas-elais-chatzoudis red_riding_hood_by_qualano roxanne_by_papawaff-d6juh1c sheila-sternwell-time-squad snow_white_by_aaron_kirby_by_atomickirby summertime_in_the_mushroom_kingdom_by_aeolus06 Suzi-x wallpaper-by-mro16 wallpaper-cavewoman

Universo DC: Legados

udc-legados

A história saiu diluída nas edições de Universo DC do n° 10 ao 18, lançadas em 2011.

Mais sinceramente não merecia ter saído assim (quem sabe não republicam um encadernado?).

Universo DC: Legados conta com roteiro de Len Wein que teve um trabalho consistente costurando numa bela narrativa boa parte da história da DC Comics.

E também temos vários artistas diferentes entre eles: Dave Gibbons, Andy Kubert, José Luis Garcia-Lopez, Jerry Ordway e diversos outros.

Acompanhamos a trajetória de vida de Paul Lincoln desde sua adolescência até sua velhice.

Um fato marcante ao longo da vida de Lincoln é que ele virou um colecionador de notícias publicadas nos jornais, mas seu assunto preferido são as manchetes sobre super-heróis.

É claro que já havíamos visto algo muito semelhante na clássica Marvels, de Alex Ross e Kurt Busiek.

Só que enquanto o fotógrafo Phil Sheldon documenta sobre o período histórico do início da Casa de Ideias que se entende até aos anos 70.

Aqui temos algo mais abrangente, pois vemos todas as fases da vida de Paul Lincoln quanto casamento, o nascimento e crescimento de sua filha, a morte de sua esposa e o seu declínio na velhice.

Tudo ao mesmo tempo com acontecimentos históricos marcantes não só da sociedade americana mais também na vida dos super-heróis. Durante os anos 40, Paul presenciou a Era de Ouro com o surgimento da Sociedade da Justiça, pois nesta época era um jovem que saiu da vida do crime para vender jornais nas ruas.

E logo se depara com uma gangue que tomava conta do pedaço. Por sorte se livrou de levar uma surra pela intervenção da Legião Jovem e o Guardião original (o policial Jim Harper).

Um fato interessante é que o Projeto Cadmus clonou tanto a Legião Jovem quanto Jim Harper e o herói ressurgiu nas edições do Superman nos anos 80 ou 90 (se eu não estou enganado).

DCU_Legacies

Outros fatos que permeiam a narrativa foram o desaparecimento da SJA devido a perseguição do senado dos Estados Unidos, a notícia sendo divulgada pelo rádio e o advento da televisão.

Vale a pena lembrar que durante os anos 50 os super-heróis ficaram em baixa. Uma grande parte disso foi culpa de Frederick Whertham e seu famigerado livro “A Sedução do Inocente”. Os editores tiveram que cancelar diversas revistas e mudar drasticamente os tipos de histórias publicadas.

Na aventura enquanto os “super” saíram de cena houveram outros heróis que desfilavam pela telinha influenciados, “eu suponho”, pelos filmes de faroeste daquela época.

Tipos como: Tomahawk, Wyoming Kid entre outros que eu nunca li nada a respeito.  Mais também temos personagens que vira e mexe aparecem numa dessas crises como: Desafiadores do Desconhecido, Demônios do Mar e Falcões Negros.

A parte interessante nisso tudo é que além de vermos diversos heróis da editora alguns conhecidos e outros que foram retirados do limbo. É notar que Paul tinha uma vida normal, pois se casou com Peggy, irmã do seu amigo Jimmy Mahooney que escolheu a vida do crime (e teve que pagar por isso).

Paul estudou e tornou-se policial por inspiração de Jim Harper e agiu ao lado de John Jones, o Caçador de Marte em sua identidade secreta. Eles eram amigos pessoais e presenciamos a promoção de Jones para detetive. Pra mim são estas peculiaridades postas nas entrelinhas que tornam nossa leitura mais atraente e acabamos aprendendo mais da história do Universo DC.

Depois pulamos pra uma aparição do Superman salvando Lois de cair do helicóptero numa bela homenagem ao filme de 1978 (o que nos traz pro surgimento da Liga nos anos 60).

Aqui temos algumas diferenças já que os fatos mostrados nos conectam com o Batman enfrentando vilões na indústria química e a primeira aparição do Coringa quando cai no tanque (cenas do filme de 1989).

E a reformulação da Mulher Maravilha por George Pérez quando enfrenta Ares, o deus da guerra tudo misturado com a primeira aventura da Liga da Justiça lutando contra os 7 alienígenas que queriam dominar a Terra. Alguns destes fatos aconteceram cronologicamente nos anos 60 e outros na década de 80 no pós-crise (saiba apenas que misturaram tudo).

Presenciamos a Turma Titã em sua primeira aventura enfrentando o Senhor Ciclone, o Dr. Will Magnus fazendo uma apresentação pública dos Homens Metálicos.

udc

O primeiro encontro do Flash (Barry Allen) com Joel Ciclone e por consequência a história conjunta da Liga com a SJA são momentos fantásticos dos quadrinhos costurados numa narrativa inteligente.

A saga ainda descreve o retorno dos Novos Titãs enfrentando a raça alienígena dos gordanianos, a mudança de uniforme do Oliver que ficou mais sombrio, o surgimento do Nuclear, a fase de Jason Todd como Robin e até mostra a catastrófica Crise dos anos 80.

Depois seguindo adiante chega a vez das histórias que aconteceram na década de 90. É quando alguns aspectos da morte do Superman (funeral e retorno), Batman retornando como guardião de Gotham (após derrotar Azrael). E o pior de tudo, Hal Jordan tranformando-se no vilão Parallax, sua redenção quando destruiu o Devorador de Sóis e o momento que tornou-se o novo Espectro.

E por último os fatos que aconteceram durante a Crise de Indentidade como a morte de Sue Dibny, a caçada enlouquecida dos heróis pra descobrir o culpado terminando pouco antes da entediante Crise Infinita.

Outro fato importante que lemos nas edições é a parte intitulada “Fotografia” todas com roteiro do consagrado Len Wein, mas também com a participação de vários artistas como: Bill Sienkiewicz, Joe Kubert, Brian Bolland, Keith Giffen, Walt Simonson entre outros.

Geralmente com apenas 4 páginas aprendemos a história ou tem alguma aventura de personagens como: Desafiadores do Desconhecido, Os Sete Soldados da Vitória, Demônios do Mar, Adam Strange, Tommy Futuro e mais alguns.

É uma daquelas raríssimas chances em que a editora retira do limbo vários de seus heróis mostrando como sua mitologia é rica, extensa e variada.

Pra finalizar a melhor parte de Universo DC: Legados é que Paul está conversando conosco tipo contando tudo aquilo que sabe, viu e conviveu quando presenciou os acontecimentos heroicos.

Como eu já disse antes merecia ter saído numa edição encadernada, pois é um material tão bom que vale a pena se lançado desta forma (assim como também ler, reler e guardar em sua coleção).

Vampirella

z-joe jusko

A vampira alienígena surgiu na antiga revista Creepy da editora Warren Publishing. Ela foi criada por Forrest J. Ackerman e Trina Robbins, em 1969.

Dizem as lendas que Vampirella surgiu por causa do rebuliço causado pelo filme cult Barbarella (estrelado por Jane Fonda).

Só pra constar a atriz transformou-se num símbolo sexual por causa de sua interpretação, pois o filme trata-se de uma comédia com altas doses de erotismo.

Inicialmente publicada em preto-e-branco, Vampirella logo ganhou uma revista própria.

Em sua origem veio do distante planeta Drakulon,  um mundo no qual existia uma raça vampírica e também tinha sangue fluindo dos rios. Devido aos seus dois sóis o planeta estava sofrendo intensas secas causando a morte de vários vampiros.

Os problemas estavam se agravando gradualmente até que uma nave da Terra cai no planeta. Os astronautas saem pra investigar e acabam encontrando Vampirella que em retaliação por ser atacada descobre que eles possuem sangue nas veias.

Com a intenção de ajudar na sobrevivência de sua raça, Vampirella viaja pra Terra iniciando-se suas aventuras.

Algum tempo depois sua origem foi reescrita sendo filha de Lilith, a primeira esposa de Adão. Ela foi expulsa do Éden por Deus já que não se submetia a Adão. Lilith teve filhos demônios mais se arrependeu voltando pro Éden para gerar outros filhos para lutar contra o mal que havia criado.

Então nasceram Madalena, Madek e Vampirella que sofreram lavagem crebral acreditando que vieram do planeta Drakulon.

Vampirella além de ser imortal e também transformar-se num morcego ainda possui diversas habilidades como: força sobre humana, invisibilidade, fator de cura, telepatia e hipnose.

Quando a Warren faliu os direitos da personagem foram adquiridos pela Harris Publications (cobrindo um período do início da década de 90 até 2010).

Vampirella já teve diversos crossovers com outras personagens: Mulher-Gato, Lara Croft, Shi, Lady Death, Pantha, Witchblade entre outras.

Em 1996, tivemos um filme da heroína estrelado pela Talisa Soto, mas a produção é tão ruim que foi  lançada direto pra vídeo. Só pra fechar desde 2010 a Dynamite Entertainment tem publicado as aventuras da heroína.

E como curiosidade a editora lançou histórias de vários outros personagens antigos como Besouro Verde, Zorro, John CarterCavaleiro Solitário, Sonja, Buck Rogers, O Fantasma entre vários outros.

Confira na galeria abaixo algumas imagens que garimpei na web da Vampirella

0 1.1

vampirella_by_javigarcia

1-talisa-soto 2

3 4 5 6 7 8 9 13 14

 16

 1517

18 19 20 21 22 23 24 25 26 Adam Hughes 1 Adam Hughes 2 al rio alex ross artgerm arthur adams arthur-adams bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm 3 bruce timm 4 bruce timm 5 bruce timm 6 bruce timm-Vampirella e Buffy ebas elias chatzoudis 1elias chatzoudis 2  Frank Cho j. broomall j. scott campbell j_estacado joe jusko joe-jusko joseph michael linsner mark raats michael dooney mitch foust oliver wetter paulo-siqueira reiq vampirella_lowres_by_yleniadn86 wallpaper 1 wallpaper by Joe Jusko wallpaper by liefienabox wallpaper-by-bruce timm wallpaper-by-dave hoover wallpaper-by-j. scott-campbell wallpaper-joe-chiodo

A Origem de Darkseid

darkseid

Assim como Thanos está para maior vilão espacial da Marvel Comics também temos Darkseid desfrutando do mesmo status na DC. A tradução de dark side pra nós brasileiros é um anagrama para lado negro.

Criado pelo mestre Jack Kirby sua primeira aparição foi no gibi Superman’s Pal Jimmy Olsen # 13, nos anos 1970.

Darkseid é um dos principais inimigos do Superman e já apareceu tanto na ótima série animada do Azulão (1996) como também no excelente desenho da Liga da Justiça Sem Limites (2001).

O senhor do mal é ardiloso, inteligente, cientista formidável, grande estrategista, cruel e manipulador. Pra piorar consegue disparar de seus olhos o assustador efeito ômega, uma rajada de energia que pode ir pra qualquer direção.

Fora tudo isso ainda possui agilidade, força, velocidade, resistência e sentidos absurdamente maiores do que nós meros mortais.

O maior desejo de Darkseid é encontrar a Equação Antivida algo que lhe daria o poder para dominar tudo aquilo que desejar.

No último episódio da série animada da Liga, Lex Luthor encontra a Equação Antivida atravessando a Muralha da Fonte, uma barreira que fica no limite do universo (provando ser tão inteligente quanto Metron, também dos Novos Deuses).

Depois da muralha encontra-se a “fonte”, a essência cósmica de tudo que existe (“parece” que ambos morrem).

Só pra constar a luta entre o Azulão e o tirano espacial é fantástica com o herói usando absurdamente toda sua força.

Voltando, Darkseid é pai do guerreiro esquentadinho Órion, do idiota do Kalibake e do estranho Grayven. Uma antiga profecia diz que Dakseid será morto por seu filho Órion.

Regendo de forma implacável o planeta Apokolips, Darkseid ainda conta com vários asseclas como: Desaad (seu maior puxa-saco), Parademônios, Vovó Bondade, as Fúrias Femininas, Virman Vundabar, Doutor Bedlam entre outros.

A capital deste reino sombrio chama-se Armagetto, um dos lugares mais lúgubres de todo universo.

Bom, A Origem de Dakseid teve roteiro e arte do grande John Byrne. E sua história foi dividida em três partes nas edições de DC Millenium # 4, 5 e 6, em 2002.

“Lealdade em Apokolips”, mostra como começou a amizade entre Izaya e Drax.

Ambos serão futuramente conhecidos como Pai Celestial e Darkseid. Eles estavam disputando uma queda de braço num bar.

Os guerreiros eram grandes amigos, mas de planetas que travaram diversas guerras no passado Nova Gênese e Apokolips. Durante uma cavalgada ao luar, Drax e Izaya selaram um acordo de paz e esperança pro futuro de seus mundos.

Na segunda parte temos “Mães e Filhos”, Drax é o filho primogênito da Rainha Heggra. Ela desdenha do acordo feito pelo filho e Lorde Uxas, seu filho mais novo destila seu veneno contra Drax (eles querem que as épocas das guerras voltem).

Uxas está casado com Tigra contra sua vontade e Drax não quis ficar com nenhuma mulher que sua mãe havia escolhido pra ser sua consorte.

A rainha provoca seu filho perguntando quando arranjará uma esposa e também fará seu rito de passagem para assumir seu poder divino e novo nome.

Drax teme o que acontecerá com ele ao tentar usar a Força Ômega, um poder que já destruiu vários homens que a tentaram dominar. Então, Desaad convence, Drax a escolher um dos nomes antigos do Tomo Sagrado deles, Darkseid.

Na continuação temos “Alfa e Ômega” com Drax se preparando para entrar na Fossa do Infinito afim de ser transfigurado. Sua última conversa com Uxas demonstra que seu irmão mais novo adora manipular os outros.

Quando, Drax está recebendo a energia Uxas finaliza seu plano pra mata-lo, pois queria adquiri o poder supremo em seu lugar. Mais sua intervenção acaba liberando uma força inconcebível (a história termina com Desaad boquiaberto).

A terceira parte mostra, “O Mortífero Darkseid”, envolto num traje de contensão o vilão nasce e na presença da Rainha Heggra já começa a demonstrar suas intenções.

Só que a regente demonstra “saber” que se trata de Uxas, pois ridiculariza Drax chamando-o de pacifista.

A parte interessante é que tanto Drax quanto Uxas desfrutaram da Força Ômega, mas Darkseid emerge do Fosso do Infinito e não sabemos qual deles realmente sobreviveu (só podemos supor que seja Drax).

Após conversar com sua mãe, Darkseid vai até o quarto de Tigra, sua esposa descobrindo que ela está grávida.

Haverá um tratado de paz entre Nova Gênese e Apokolips sendo que seus filhos serão trocados. Órion, filho de Darkseid irá ser criado pelo Pai Celestial sendo bem tratado (enquanto o Senhor Milagre, filho do Pai Celestial sofrerá pelas mãos da Vovó Bondade).

A história é curta ficando diluída entre as edições, porém não deixa de ser interessante saber como surgiu um dos maiores vilões da DC Comics.

Um aspecto interessante desta trama é mostrar que Darkseid já teve uma aparência humana sendo bastante diferente da forma rochosa que estamos acostumados a ve-lo.

Supergirl

z-Melissa-Benoist

Atualmente não se fala em outro assunto a não ser a série televisiva da Moça de Aço interpretada pela atriz Melissa Benoist.

O seriado segue toda aquela premissa de origem que teve nos gibis da heroína no final do anos 50. Kara Zor-El crescerá aqui sendo adotada pela família Danvers tendo que manter segredo sobre sua herança alienígena. E sua meia irmã adotiva, Alex (Chyler Leigh) é uma das poucas pessoas que conhecem seu segredo.

A grande diferença é que teremos nossa musa trabalhando como assistente de Cat Grant (Calist Flockhart), num tipo de O Diabo Veste Prada. Teremos até Jimmy Olsen que virou afro-americano (fato que pra mim ficou ótimo).

Espero que a série televisiva da heroína consiga realmente decolar passando da primeria temporada, pois já está na hora vermos a DC tomando espaço na mídia (seus desenhos já são prova de qualidade e excelência).

Só que ela não é a primeira atriz a nos brindar com sua atuação, pois no auge da fama do Azulão interpretado pelo saudoso Chris Reeve.

Tivemos, a inesquecível Helen Slater que mesmo num filme muito fraco até pra época destacava-se por sua beleza fulgurante. Só pra lembrar no extenso seriado Smallville tivemos dua atrizes interpretando Kara Kent.

A primeira foi Adrianne Palicki, no episódio Covenant (final da terceira temporada). Em 2011, Palicki ganhou o mundo ao interpretar a Mulher-Maravilha naquele bendito seriado que não foi pra frente.

Voltando, e depois tivemos a atriz Laura Vandervoot que ficou mais conhecida na época.

Depois esbarramos nesta velha conversa fiada de que uma heroína não conseguiria segurar o interesse do grande público ou simplesmente ganhar os rios de verdinhas que Hollywood fica de olho quando lança um filme.

Essa teoria já foi jogada a baixo desde que a bela Scarlett Yohansson surgiu como Viúva Negra em Homem de Ferro 2 (e deu um show de interpretação em Vingadores 1).

Agora sabemos que haverá um filme solo da Capitã Marvel sendo inserido na fase 3 do Universo Marvel Cinematográfico (ou UCM).

Sinceramente isso só foi possível graças a Scarlett, leitoras de gibis e ao público feminino que deseja e vem cobrando por esta mudança. Mais por mim eu queria assistir um filme solo da Viúva Negra dando destaque pra espionagem e muitas cenas de ação (pena que não vai rolar).

Confira na galeria abaixo algumas imagens da Supergirl que garimpei na web

0 1.0 1.2

supergirl

1.3 1.6 1 2 3 4 5 6 7 9 10 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 25 26 27 28

29 30 31 32 33 34 35 36 37 38

supergirl_by_diabolumberto

supergirl_by_rodel_martin__06062014__by_rodelsm21 supergirl_cartoony_art_by_rodel_martin_by_rodelsm21

39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50-where_are_you_going__by_orionsforge adam hughes al rio amanda conner artgerm bruce timm 0 bruce timm 1 bruce timm 2 bruce timm 3

supergirl-bruce-timmbruce timm 4

 buzzo tano dave hoover 0 dave hoover 1 dave hoover 3 dave hoover 4 dave hoover 5 dave hoover 6 don monroe 1 don monroe 2 ed benes 0 ed benes 1 ed benes 2 elias-chatzoudis elizabeth-torque garrett-blair

supergirlssupergirl supergirls

jeff-chapman jocachi manny-clark marcio abreu 1 marcio abreu 2 new_supergirl_by_renato_camilo_by_tony058 orionsforge peter cotton phil noto roguepilot supergirl___slow_quickie_by_transformerman supergirl_by_candra supergirl_by_pryce14 terry-dodson Thony Silas wallpaper 0 wallpaper 1 wallpaper 2 wallpaper 3 wallpaper 4 wallpaper-by-elias-chatzoudis wallpaper-by-Greg Hildebrandt wallpaper-by-jose luiz garcia lopez

wallpaper-summer___supergirl_by_bigcurf

wallpaper-wonder_woman_supergirl_power_girl_by_rodel_martin_by_rodelsm21