Musas de Scooby-Doo

z-velma-dinkley

Há algum tempo atrás eu fiz uma postagem sobre “quase” todas as versões de Scooby-Doo.

O cão medroso possui milhares de fãs ao redor do mundo e surfando na web encontrei diversas pin-ups da Daphne e da Velma.

Não vou negar que eu gosto bastante de ambas, pois pra mim não há essa perspectiva de uma ser melhor que a outra. Ainda mais que ao longo dos anos cada uma demonstra sua característica de forma bem peculiar.

Conheça um pouco mais sobre elas

Velma Dinkley

É a mais inteligente da turma sua preferência está na parte de assuntos voltados para a ciência e infelizmente na maioria das vezes calha de perder seus óculos. Momento no qual não consegue enxegar nada e passa a correr perigo.

Seus principais bordões são:“Meus óculos, eu não enxergo sem meus óculos!”“Gente!”, “Hum… Acho que finalmente estou começando a entender esse mistério”, “Pessoal!” e “Parem já com isso seus covardes!” entre outros.

Dizem as lendas que Velma surgiu inspirada na personagem Zelda Gilroy (Sheila James) do seriado The Many Loves of Dobie Gillis.

Suas roupas geralmente são nas cores alaranjadas e vermelhas sendo que dificilmente há alguma mudança.

Quando está perto de solucionar algum mistério e precisa de um voluntário, Velma engana Scooby oferecendo-lhe biscoitos.

Velma Dace Dinkley é filha de Dale e Angie Dinkley que surgem na série animada Scooby-Doo Mistério S.A. nos desenhos antigos não lembro de ter surgido alguma referência aos pais dela.

Madelyn Dinkley é sua irmã mais nova que apareceu na animação Scooby-Doo Abracadabra-Doo. Madelyn é estudante de magia e demonstra ser apaixonada pelo Salsicha.

Há outros parentes da Velma, mas não vou enveredar por essa parte.

Só por curiosidade Marcie Fleach é uma amiga e rival da Velma, pois antigamente competiam no clube de ciência (ela foi introduzida na versão Mistério S/A). Marcie tem uma aparência estranha e um apelido horrível.

Fora isso é muito inteligente, trabalhou pro Senhor E. buscando o disco planisférico e substituiu Daphne por um curto período de tempo no grupo.

Continuando, a dubladora americana mais antiga da personagem foi Nicole Jaffe e no Brasil que emprestou a voz mais vezes pra Velma foi Nair Amorim.

Nas versões cinematográficas Velma já foi interpretada por Linda Cardellini em “Scooby-Doo” (2002) e “Scooby-Doo 2 – Monstros à Solta” (2003).

Confesso que eu já era fã da Velma, porém devido a sua interpretação sexy da personagem passei a gostar ainda mais dela.

Outra atriz que interpretou a personagem foi Hayley Kiyoko em Scooby-Doo! O Mistério Começa (2009) e Scooby-Doo! A Maldição do Monstro do Lago (2010).

Na versão de 2010 tentaram engatar um relacionamento entre Salsicha e Velma que ficou horrível (do tipo que nem deveria ser cogitado).

Por enquanto em sua última abordagem feita direto para vídeo temos um outro filme que mostra o início da turma, mas desta vez focado apenas nas garotas.

Só pra lembrar, na versão de 2009 foi mostrado como o pessoal da Mistério S/A se conheceu.

Daphne & Velma destaca uma investigação feita pela dupla, porque no colégio misteriosamente os alunos estão sendo transformados em zumbis.

Velma Dinkley foi interpretada pela atriz Sarah Gilman demonstrando sua personalidade que gostamos, pois sempre procura uma explicação lógica pra tudo.

Na série animada Que Legal Scooby-Doo mudaram o visual da turma. É uma tendência que já vem acontecendo há algum tempo nos desenhos americanos vide: Mickey Mouse, Wabbit, Ben 10 entre outros.

A intenção é ter um desenho mais concentrado no estilo comédia deixando pra trás o clima sombrio de sua versão anterior (que particularmente foi sensacional).

Velma continua sendo inteligente e resolvendo os mistérios, mas em alguns momentos demonstra estar irritada (e também tem medo de água).

z-Scooby-doo-mystery-incorporated-daphne-blake

Daphne Blake

Vinda de uma família muito rica Daphne tem o grande azar de sempre ficar em perigo (pra depois ser salva por seus amigos).

Dizem as lendas que o caráter de Daphne foi baseado na personagem Thalia Menninger, do seriado The Many Loves of Dobie Gillis.

Suas roupas são mostradas nas cores roxo e rosa e sua maior característica é ser muito vaidosa (sendo assim uma expert em moda).

Seus bordões mais ditos são: “Você faria isso por um biscoito Scooby?” e “Puxa vida, esse lugar me dá arrepios.”

Além de exímia acrobata e excelente artista marcial, podemos notar que nas versões mais recentes há um interesse romântico rolando entre Daphne e Fred. Algo que realmente acontece em Scooby-Doo Mistério S/A e nos filmes.

A ruiva é a personagem da turma que mais teve participação nos desenhos depois de Scooby e Salsicha obviamente.

A única referência antiga de família dela que lembro foi no desenho O Pequeno Scooby-Doo, mas em Mistério S/A houve uma apresentação melhor.

Daphne Anne Blake é filha de George Robert Nedley Blake e Elizabeth Blake que tem apelidos de Barty Blake e Nan Blake.

Ela tem quatro irmãs gêmeas que são: Dorothy (piloto de corrida), Dawn (modelo), Daisy (médica) e Delilah (que pertence ao Corpo de Fuzileiros Navais).

Também houveram outros parentes que não vou ficar listando.

A primeira dubladora americana da personagem foi a atriz e também cantora Indira Stefanianna Christopherson (dizem as lendas que suas feições foram baseadas nela).

Enquanto no Brasil tivemos a dubladora Juraciára Diácovo que emprestou sua voz pra diversos outros personagens inesquecíveis.

Na versão live action Sarah Michelle Gelar interpretou Daphne nos filmes de 2002 e 2004.

No primeiro filme após a separação do grupo Daphne cansou de fazer o estilo donzela indefesa e aprendeu Kung Fu (a melhor parte é que chegou a lutar pra se defender).

Também passei a admirar mais a ruiva devido a essa mudança no status quo da personagem.

A atriz Kate Melton é quem interpreta a personagem nos filmes de 2009 e de 2010.

Daphne & Velma é um filme que narras as aventuras das personagens antes de se unirem ao restante do grupo.

Nesta versão, Daphne Blake é interpretada pela atriz Sarah Jeffery que tem um web show no qual discute a possibilidade de haver alienígenas e ocorrências sobrenaturais.

Na última versão da personagem vista em Que Legal Scooby-Doo, Daphne perdeu aquele ar de patricinha vaidosa que sinceramente é o seu maior charme.

A cada episódio temos uma ruiva mais desloucada, incoerente sempre com uma mania nova e estranha demais (um tipo sem noção).

Eu detestei pra caramba, pois prefiro sua personalidade antiga (que era muito melhor do que foi mostrado nesta).

Acho que “talvez” essa série não dure muito devido a sua baixa audiência na terra do Tio Sam (vamos esperar pra saber o que vai acontecer).

Confira na galeria abaixo algumas imagens tanto de Velma Dinkley, quanto de Daphne Blake que garimpei na web

 

Anúncios

Scooby-Doo – Última Parte

scooby-doo-apocalypse

No ano passado a DC Comics anunciou que traria uma linha de gibis reinventando os personagens clássicos da Hanna-Barbera.

Tivemos Future Quest escrita por Jeff Parker e com arte de Evan “Doc” Shaner numa aventura reunindo os heróis: Jonny Quest, Homem-Pássaro, Space Ghost e Frankenstein Jr.

Os Flinststones por Amanda Conner e Mark Russell trazendo novos elementos pra família de Bedrock, Corrida Maluca num estilo louco inspirado em Mad Max e também Scooby-Doo.

Scooby Apocalypse tem roteiro de Keith Giffen e arte de Jim Lee. Na trama a galera está num mundo infectado por nanites que transforma as pessoas em mutantes. Então a Mistério S.A. terá que enfrentar seus medos pra encontar uma cura evitando que haja um apocalipse total.

Chega de enrolação e vamos ao que interessa

shaggy

Salsicha e Scooby-Doo Atrás das Pistas – Salsicha e Scooby-Doo Get A Clue! – 2006

Foi a última série animada com participação de Joseph Barbera. Os personagens foram redesenhados pra ficarem parecidos com suas versões cinematográficas (e pra mim estavam estranhos).

Na trama, Salsicha é muito rico, pois tornou-se herdeiro do tio Albert Shaggleford (que está desaparecido).

Aproveitando sua herança em diversas aventuras ao lado de Scooby. Ele precisa enfrentar o Dr. Phibes Phineus que parece ser culpado no sumiço de seu tio que era inventor.

O vilão recebe auxilio do Dr. Trebla e seus lacaios pra que possam concretizar suas intenções.

Nos episódios a dupla usa a Máquina de Mistérios que devido a uma mudança tecnológica pode se transformar em vários veículos diferentes (alguém se lembrou de Charlie Chan?).

Podemos notar também que Velma, Fred e Daphne aparecem pouco, porque só de vez em quando ajudam em alguns casos. A intenção é óbvia pra dar destaque pro Salsicha que ficou um pouco mais intréprido.

Essa versão ficou chata e muito sem graça, pois não chamou minha atenção e pra piorar aquele vilão era muito ridículo.

Foram produzidas apenas 2 temporadas, resultando num total de 26 episódios e terminado em 2008.

WP_final_logo_color_solid_cmyk

Scooby-Doo! O Mistério Começa – Scooby-Doo! The Mystery Begins – 2009

Na trama ficamos sabendo a origem da Mistério S.A. e como se conheceram.

Neste filme a galera mora na cidade de Vila Legal (Coolsvile) e a confusão começa no ônibus escolar. Quando os adolescentes Fred (Robbie Amell) atleta do time de futebol americano, Daphne (Kate Melton) pertencente ao grupo de teatro, Velma (Hayley Kiyoko), estudante de ciências e o desajeitado Salsicha são mandados pra detenção.

Devido ao surgimento de fantasmas no colégio e sendo culpados pela confusão que aconteceu lá, os jovens decidem se unir pra resolver o mistério (e também limpar sua barra).

Não vou mentir, porque se a versão anterior já era até meio que razoável, infelizmente aqui caiu de vez ladeira abaixo.

Gostei mesmo da Máquina de Mistérios mostrando como surgiu, porém a caracterização dos personagens ficou péssima. E o Scooby digital está mais falso ainda, no entanto a história até poderia funcionar mais o baixo orçamento pôs tudo a perder.

scooby_doo_mystery_incorporated

Scooby-Doo Mistério S/A. – Scooby-Doo! Mistério Incorporated – 2010

É a melhor versão do personagem feita em décadas (e uma das minhas preferidas). Há muitas reviravoltas, conflitos e descobertas sensacionais nesse desenho.

Podemos perceber uma imensa semelhança da turma com suas versões originais, porém temos um destaque de tecnologia atual.

Dizem as lendas que esse desenho da Mistério S/A surgiu inspirada nos filmes de terror (tendo até referências também de seriados, cultura pop e HP Lovecraft).

A intenção é vermos a turma recomeçando. Além daquele desenho chato do Pequeno Scooby se não me falha a memória é a segunda vez que mostram os familiares dos personagens.

A família de todos tem participações importantes durante os episódios. O aspecto mais interessante dessa versão é podermos ver os relacionamentos na escola, vizinhos entre outros lugares.

Estamos na Baía Cristal (Crystal Cove) famoso por ser o “lugar mais aterrorizado da terra”. A cidade prospera no turismo através de fantasmas, desaparecimentos de pessoas e outros monstros. O pai de Fred é o prefeito e adora lucrar sobre isso não é atoa que fica chateado quando a turma resolve o caso.

Desta vez as aventuras não terminam num único episódio, pois são interligadas formando uma trama mais intrincada.

Um fato importante é que a Mistério S/A nunca foi somente formada pela turma que conhecemos, pois houveram diversas outras formações anteriores.

Além da Mistério S/A anterior dando problemas através do sinistro Professor Pericles, a nossa turma tinha que descobrir tudo sobre o disco planisférico (devido a um tesouro amaldiçoado que há embaixo da cidade).

Cada parte da solução do enigma era contado pelo Sr. E que deixava pontas soltas e a turma tinha que se desdobrar pra resolver.

Gostei muito do desenvolvimentos dos personagens tanto dos principais, pois Daphne e Fred resolveram assumir sua relação. Quanto dos secundários com o Sheriff Stone medroso e neurótico pra caramba, seu caso de amor com a Prefeita Nettles e a até a suposta participação de Gwen Stacy (como a doida Alice May).

Também posso destacar Angel Dynamite a DJ que pertencia a Mistério S/A anterior devido sua afinidade com grupo acaba ajudandos quando necessário.

Pra mim a melhor parte nisso tudo é que homenagearam outros desenhos como: Speed Buggy, Capitão Caverna, Tutubarão, Fantasminha Legal, Johnny Quest!, Vincent Van Doido, Dinamite, o Bionicão, Scooby-Loo (entre vários outros).

Foram apresentados 52 episódios de Scooby-Doo Mistério S/A, divididos em duas temporadas e terminando em 2013.

Scooby-Doo! A Maldiçao do Monstro do Lago

Scooby-Doo! A Maldição do Monstro do Lago – Scooby-Doo! Curse of the Lake Monster – 2010

Neste filme a galera está de férias indo trabalhar temporariamente durante o verão.

É no hotel que presenciam alguns acontecimentos misteriosos, pois há uma lenda sobre o lago local (e também descobrem sobre a malvada bruxa Vanda Grubwort).

Além do mistério das pedras preciosas, Daphne tenta demosntra seus sentimentos por Fred e Salsicha acaba se apaixonando por Velma. O relacionamento de Fred e Daphne sempre foi algo normal pra mim, mas Salsicha não tem nada a ver com Velma (só forçaram a barra e ficou ridículo).

Não sei porque insistiram em mais um filme, pois os efeitos especiais ficaram fraquíssimos e o filme é pior ainda.

be-cool-scooby-doo

Que Legal, Scooby-Doo! – Be Cool, Scooby-Doo! – 2015

Por enquanto é a mais atual versão do cão medroso. Veio na moda de redesenhar personagens clássicos como foi feito com Wabbit (Pernalonga) e O Show de Tom e Jerry.

A intenção dessa mudar é termos algo mais pro estilo de comédia, pois o romantismo e clima de terror da versão anterior foi deixado pra trás.

Na trama os adolescentes após terminarem o colégio resolvem viajar. E a procura de aventura encontram diversão em diversos lugares usando a Máquina do Mistério.

Na verdade além na mudança visual houve uma também uma diferença da personalidade de Fred faz as armadilhas e não tem foco, Daphne ficou menos preocupada com sua imagem (agindo de maneira bem estranha) e Velma continua inteligente, porém está mais irritada. Só a dupla Sasicha e Scooby mantiveram-se os mesmos.

O desenho não fez muito sucesso, pois foi produzida apenas um temporada com 31 episódios. Mais até agora não li na web se haverá uma segunda.

Só pra constar, ao longo das décadas Scooby-Doo tem angariado milhares de fãs e podemos notar algumas homenagens feitas pra ele.

Nos desenhos: Padrinhos Mágicos, Johnny Test, Harvey, o Advogado, Yin Yang e Yo, Johnny Bravo e Os Jovens Titãs em Ação (entre vários outros).

Bom, lembrei que ainda não comentei sobre a banda de rock Hex Girls que fazem diversas aparições nos desenhos do Scooby.

A última foi vista em Scooby-Doo Mistério S.A. suas integrantes são: Thorn (líder, vocalista e guitarrista), Dusk (baterista) e Luna (tecladista).

scoobydoo-teamup

Pra realmente fechar Scooby-Doo Team-Up é uma série de gibis nos quais a turma resolve mistérios tendo ajuda de alguns personagens da Hanna-Barbera ou super-heróis da DC Comics.

Esse gibi surgiu inspirado na série animada Os Novos Filmes do Scooby-Doo lá nos anos 70.

Só pra citar já surgiram nas edições: a Dupla Dinâmica, Superman, Mulher-Maravilha, a Família Marvel, Os Jovens Titãs, Esquilo Sem-Grilo, Space Ghost entre vários outros.

Por enquanto é só pppessoal, mas relembre aqui o texto anterior.

 

 

Scooby-Doo – Quarta Parte

the_13_ghosts_of_scooby_doo

Os Treze Fantasmas do Scooby-Doo – The 13 Ghosts of Scooby-Doo – 1985

Nesta versão Velma e Fred foram deixados de fora, pois nos episódios temos a participação de Salsicha, Daphne, Scooby e Scooby-Loo.

Outro detalhe importante é que neste desenho tivemos a última participação do Scooby-Loo.

Após uma viagem de avião na Máquina Mistério Voadora pra Honolulu a trupe cai num vilarejo.

Então, Scooby e Salsicha são enganados por uma dupla de fantasmas (Caniço e Bolão). Abrindo uma arca mágica na qual estavam presos os piores monstros que estiveram na face da Terra.

Durante os episódios eles recebem ajuda de Vincent Van Doido (Vincent Van Ghoul), um mago que utiliza uma bola de cristal pra falar com eles e o moleque engraçadíssimo Flim-Flam.

Não poderia deixar de comentar que Van Doido teve sua feição baseada no ator Vincent Price que emprestou sua voz pro personagem.

Só pra constar, no desenho Scooby-Doo Mistério S/A temos uma participação de Van Ghoul como ator (só não lembro em qual episódio). E se não me falha a memória aparece uma estátua de Flim-Flam (também não lembro em qual desenho).

Continuando, juntos eles viajam por diversos lugares pra que possam recapturar os fantasmas evitando a destruição do mundo. Mais pra atrapalhar o pessoal Bolão e Caniço sempre apareciam criando diversos problemas e confusões.

A parte legal é que os episódios eram interligados e deram até uma atualizada nas roupas da Dapnhe.

Os Treze Fantasmas do Scooby-Doo foi um desenho muito divertido e lembro que meio assustador pra mim naquela época. Como diz no título foram produzidos 13 episódios terminando em 1986.

o-pequeno-scooby-doo

O Pequeno Scooby-Doo – A Pup Named Scooby-Doo – 1988

Sinceramente eu odeio esse desenho, principalmente porque não apresentava nada de novo.

Apenas transformaram os personagens em crianças mostrando que desde muito cedo já causavam altas confusões atrás de mistérios.

Mais mesmo eu não tendo nenhum apreço por ela afirmo que tinha algumas peculiaridades interessantes.

A personalidades deles é levada ao extremo, pois Fred nunca pensa direito e sempre culpa Ruivo Herring de tudo (só pra piorar acha que sua professora é uma alienígena).

Dapnhe demonstra ser uma particinha muito metidinha, pois chama seu mordomo Jenkins quando lhe dá na telha.

Salsicha e Scooby não mudaram em nada sempre os mesmos comilões, medrosos e chorões.

Velma é a menor integrante da turma, quando anda suas perninhas giram, continua sendo quem desvenda os mistérios, seu bordão é “gente” e usa uma maleta aonde fica seu computador.

Geralmente durante as perseguições toca uma música num estilo rock no momento em que fogem do monstro do episódio.

O Pequeno Scooby-Doo apresentou episódios de 22 minutos de duranção, teve 4 temporadas, num total de 30 episódios e terminando em 1991.

jetsons-meet-flintstones

Hanna-Barbera Superstars 10 – 1987

A empresa não teve novas produções do personagem, mas mostrou 10 animações com seus personagens mais populares.

Entre os quais estavam: Zé Colméia, Dom Pixote, Os Flintstones, Os Jetsons, Manda-Chuva e Scooby-Doo.

As animações foram: Yogi’s Great Scape, The Jetsons Meets the Flintstones, Scooby-Doo Meets the Boo Brothers, Yogi Bear and The Magical Flight of the Spruce Goose, Top Cat and the Beverly Hills Cats, Scooby-Doo and the Ghoul Soul, Rockin’ with the Judy Jetson, The Good, The Bad and The Huckleberry Hound, Yogi and the Invasion of the Space Bears e Scooby-Doo e o Lobisomem (Scooby-Doo and the Reluctant Werewolf).

Como nome já diz apresentaram 10 desenhos indo até 1988 (alguns deles já vimos por aqui).

Durante o período do final da década de 80 até 2016 houveram diversas produções lançadas diretamente pro mercado de vídeo (algo que obviamente não vou me aprofundar).

A solução é pular pra próxima versão mais importante.

scooby-doo-movie-2002

Scooby-Doo: O Filme – 2002

Geralmente as produções de desenho animado que viraram filme não conseguem agradar a grande maioria. Isto é, trazendo alguma grana pros cofres da empresa.

Um grande exemplo disso foram os filmes dos Flintstones que não conseguiram bilheteria e foram massacrados pela crítica.

Bom, com Scooby-Doo também foi a mesma coisa, pois fica dificíl compreender que no desenho tudo é mais fácil e na telona as gags visuiais ficam estranhas pra caçamba.

Só pra constar, o filme foi dirigido por Raja Gosnel que em seu currículo não tem lá grandes sucessos.

Na trama a Mistério S/A estava cansada, pois geralmente Fred recebia créditos nas soluções dos casos (seu ego era grande demais).

Então, Fred (Freddie Prinze Jr.), Daphne (Sarah Michelle Gellar), Velma (Linda Cardellini), Salsicha (Matthew Lillard) e Scooby-Doo resolveram ir cada um por seu caminho.

Até que dois anos depois, Emile Mondavarious (Rowan Atkinson), dono do parque “A Ilha do Espanto”. Quando estranhos acontecimentos estranhos levam Mondavarious a acreditar que seu parque está mal-assombrado.

Como solução contrata a turma toda pra resolver esse mistério. O detalhe é que ninguém sabia que o outro também havia sido chamado.

Diante do tal mistério Velma, Fred e Daphne disputam pra saber quem resolve o caso primeiro. No entanto quem já assistiu sabe que o vilão era na verdade o chatinho Scooby-Loo (que queria vingança).

Eu sinceramente não sou nenhum fã desse filme, pois pra mim ficou fraquíssimo, mas digo que assisto sempre que me dá vontade. A única coisa que me deixou chateado foi transformarem Salsicha num maconheiro. Sejamos sinceros isso não é algo pra se mostrar pras crianças (público alvo da produção).

Fora essa besteira e mais algumas que não vou perder meu tempo comentando a construção digital tanto do Scooby, quanto do seu sobrinho ficaram péssimas.

Mesmo com bons efeitos especiais e até algumas interpretações razoáveis (dentro do possível). Scooby-Doo: O Filme é muito ruim, pois nem de longe consegue evocar sua versão animada.

What-s-New-Scooby-Doo

O que há de novo, Scooby-Doo? – What’s New, Scooby-Doo? – 2002

É a nona versão do personagem e grupo está todo reunido.

A melhor parte é que sempre estão indo atrás de algum mistério, porém a grande diferença é que os monstros geralmente são pessoas disfarçadas. Algo que reapresenta o conceito que havia no desenho original.

Poemos notar que no design resolveram modifica-los um pouco e também inserindo características “atuais”, pois há tecnologias modernas. Principalmente por causa da utilização da web, porque a galera utiliza um lap top pra resolver os casos.

Foram produzidos apenas 42 episódios, divididos em 3 temporadas e terminando em 2004.

scooby doo 2 monstros-solta

Scooby-Doo 2: Monstros à Solta – Scooby-Doo 2: Monsters Unleashed – 2004

Como a empresa conseguiu ganhar uma certa grana na produção anterior resolveram fazer uma continuação.

Na trama, a Mistérios S.A. composta por: Fred (Freddie Prinze Jr.), Daphne (Sarah Michelle Gellar), Salsicha (Matthew Lillard), Velma (Linda Cardellini) e Scooby-Doo.

Estava sendo homenageada em Vila Legal (Coolsvile, no original) com uma exposição que reunia todos os disfarce dos vilões que desmascararam.

Mais durante o evento o grupo é atacado pelo Fantasma do Pterodáctilo. Então a turma precisa encontrar um vilão misterioso que usa uma máquina pra dar vida pros monstros (que foram inspirados nos desenhos animados).

O grupo é auxiliado por Patrick Wisely (Seth Green), o curador do museu, mas a repórter Heather Jasper-Howe (Alicia Silverstone) que consegue colocar a opinião pública contra a equipe (e tenta desmascará-los como fraude).

Salsicha e Scooby sentem-se culpados por causa do fracasso deles e até tentam bancar os corajosos.

Essa versão ficou muito superior, pois nos conecta realmente com os desenhos antigos seja na introdução dos monstros clássicos, as piadas estavam ótimas e as cenas de ação ficaram frenéticas e desenfreadas.

Claro que a bilheteria não rendeu como o esperado e decidiram fechar a conta nos cinemas com essa produção.

Espero que tenham gostado. Relembre aqui o texto anterior.