Sherlock Holmes

basil-rathbone

O maior detetive de todos os tempos foi criado pelo escritor e médico Sir Arthur Conan Doyle.

Como curiosidade a inspiração pro surgimento de Holmes veio do Dr. Joseph Bell, um professor da faculdade que Conan Doyle frequentou.

Junto com Tarzan, Conan, o Bárbaro, Flash Gordon, Zorro e John Carter. Sherlock Holmes é um daqueles heróis que vieram dos livros e tiveram diversas adaptações através dos anos.

O personagem é fascinante, porque utiliza sempre um método científico junto com lógica dedutiva. Sendo que desta maneira desvenda crimes praticamente insolúveis auxiliando até a famosa Scotland Yard.

arthur-conan-doyle

Sua primeira aparição foi na história A Study in Scarlet que surgiu na revista Beeton’s Christmas Annual publicada em 1887.

Depois vieram The Sign of the Four e também A Scandall in Bohemia aventuras que ajudaram a consolidar o sucesso do detetive.

Sherlock Holmes tem a moradia mais famosa da Inglaterra, pois seu endereço fica na 221B Baker Satreet (local que fica o museu dedicado ao detetive).

Não poderia deixar de mencionar o Doutor Watson, pois além de ser seu amigo, assistente e fiel escudeiro (é através dos seus registros que conhecemos as aventuras de Holmes).

A título de curiosidade a famosa frase: “Elementar meu caro, Watson!” nunca foi mencionada em nenhum livro do detetive feito pelo escritor. Surgindo pela primeira vez no filme O Retorno de Sherlock Holmes, de 1929. E ganhou popularidade através da série radiofônica The New Adventures of Sherlock Holmes que foi ao ar de 1939 até 1950.

Arthur Conan Doyle escreveu 60 obras sobre o detetive com 56 contos e 4 romances.

Sherlock teve diversas adaptações ao longo de seus 120 anos de existência, no entanto há duas interpretações marcantes feitas do detetive. A primeira foi feita pelo ator Basil Rathbone (durante a década de 40). Algum tempo depois tivemos Jeremy Brett num seriado que durou dez anos na telinha (1984 até 1994).

Ambos os atores estão marcados na história por causa de sua atuação impecável de Sherlock Holmes.

Há uma série sobre o herói que está sendo bem comentada na web. Em, Sherlock temos as aventuras de Holmes (Benedict Cumberbatch) ao lado do Dr. John Watson (Martin Freeman).

O melhor disso tudo é que a série foi baseada nos livros de Arthur Conan Doyle, mas acontecendo na Londres dos dias atuais.

Só pra constar também temos Elementar (Elementary), um seriado americano protagonizado por Jonny Lee Miller que interpreta o Sherlock e ao seu lado temos Lucy Liu (Joan Watson).

Na trama, Sherlock é ex-consultor da Scotland Yard que viajou pra Nova York (depois de ter saído de uma clínica de reabilitação). E precisa dividir um apartamento com a Dra. Watson, uma cirurgiã que perdeu a liçença após a morte de um paciente.

A série também é ambientada nos dias atuais e Holmes age como consultor pra polícia de NY.

Robert Downey Jr. ao lado de Jude Law estrelaram dois filmes sobre Sherlock Holmes. Li que há boatos na web sobre um terceiro longa com a dupla que será lançado ano que vem (só pra constar apesar de serem razoáveis não gostei de nenhum dos dois filmes).

Continuando, lembrei  de um episódio interessante de Batman: Os Bravos e Destemidos. Jason Blood estava pra ser condenado a fogueira  por crimes que não havia cometido.

Sherlock Holmes e Watson estavam no caso, mas não tinham obtido sucesso.

Então, Blood convou o Morcegão pra ajudá-lo e durante esta aventura o uniforme do herói é trocado por outro num estilo vitoriano. Mais esse traje foi visto na edição Um Conto de Batman – Gotham City 1889.

Depois dizem que desenho é coisa de criança (sabe de nada inocente).

batman-sherlock-holmes

O fato é que também lembrei que Sherlock havia feito dupla com o Homem-Morcego  numa aventura relançada em Batman – Lendas do Cavaleiro das Trevas – Alan Davis vol. 1 (2014).

Essa aventura foi publicada no gibi Detective Comics # 572, em 1987. A intenção era celebrar o aniversário de 50 anos desta edição.

O Livro do Juízo Final tem roteiro de Mike W. Barr e arte de Alan Davis, mas há outras histórias que vemos tanto Carmine Infantino, quanto Paul Nery.

Nossa história começa com Slam Bradley, um detetive particular do terceiro escalão de personagens da editora. É noite de Natal e Bradley é contratado por Thomas Morton que estava sendo perseguido. Quando ambos estavam escapando foram encurralados num beco e seriam mortos.

Mais surge a Dupla Dinâmica (Bruce e Jason Todd) infelizmente no meio da confusão Morton é sequestrado fazendo com que Bruce decida ir a Londres. E Bradley faz o mesmo mais primeiro ele continua investigando o caso.

Slam encontra a noiva raptada do rapaz, salvando-a e descobrindo que seu nome é Mary Watson descendente do Dr. Watson (a dupla viaja pro velho mundo).

Na terceira parte o Homem- Elástico (Ralph Dibny) também está em Londres visitando o museu dedicado a Holmes, pois bandidos estão a procura de um manuscrito feito por Watson.

Nele encontra-se um plano mortal feito pelo Professor Moriarty (maior inimigo de Sherlock). Infelizmente Dibny não consegue impedir os bandidos, mas Bradley e Mary chegam a tempo de salvá-lo.

Em, “As Aventuras do Parasita Vermelho”, temos uma história acontecendo no passado com Holmes e Watson desvendando um caso. O Dr. Nigel Brewster pede ajuda do detetive, pois achava que está enlouquecendo.

Holmes descobre uma conspiração tramada por Moriarty que utilizaria um sósia do Brewster para matar a rainha e controlar o trono (sinceramente não entendi aonde essa história estava conectada com o resto, mas bola pra frente).

Depois é, “Deus Salve o Reino”, Batman e Robin estaõ na cidade e todos se reunem dividindo suas tarefas. Enquanto, Dibny, Slam, Robin e Mary vão pra Greenham Common impedindo o lançamento de foguete do insano Edgar Moriarty (descendente do vilão vitoriano).

Batman vai pro Museu do Castelo Grimsby, pois a família real se apresentará pra uma cerimônia histórica. O Morcegão frustra um atentado contra a rainha, pois o Inspetor Foxborough era um comparsa de Moriarty.

Quando o Inspetor tentou fugir foi nocauteado por Sherlock Holmes que está bem velhinho. A cara de espanto que Bruce faz não tem preço, mas é óbvio que a presença de Holmes tão envelhecido deixa a todos atônitos. Ele explica como sobreviveu por tantas décadas (pela narrativa tem mais de 100 anos e morando no Tibete).

Não é uma história que eu possa afirmar que seja uma das melhores de todas do Homem-Morcego que já li, pois está muito, muito, muito longe disso.

O que a torna interessante é termos o fato incrível da presença de Sherlock Holmes bem velhinho, mas não deixando de ser aquele detetive que todos aprendemos a gostar.

Pude notar também um aspecto importante dessa época nas aventuras do Morcegão é como a personalidade do Jason era muito parecida com a do Dick.

O estilo de Alan Davis é refinado, pois seu Batman é muito atlético (não há músculos exagerados). Gostei do roteiro de Mike W. Barr que sempre destaca o lado detetivesco do Cruzado Embuçado.

Bom, o fato de ver Holmes idoso nesse gibi acabou me lembrando do filme Sr. Holmes com Ian Mckellan, o Magneto da antiga franquia dos X-Men.

Na trama o detetive está perdendo a memória por causa da idade. Usa de artifício pra pra recordar o nome das pessoas. Apesar de sua fama, Holmes mora nos arredores de Londres tendo auxílio da Sra. Munro (Laura Linney) sua governanta e Roger (Milo Parker) filho dela.

A amizade do garoto com Holmes é um dos pontos altos do filme. O detetive está escrevendo sobre seu último caso, pois foi por causa dele que a amizade com Watson foi rompida.

Vemos a trama retornar pro passado e continuar no “presente”, porém considero isso uma das melhores partes do filme. Infelizmente a trama desmistifica o uso do chapéu que se tornou a marca registrada do personagem.

Além de bons diálogos, posso destacar a fotografia, as locações e nem preciso comentar que as atuações estão ótimas. Fato inegável é que mesmo a mente do melhor detetive do mundo não pode fugir da velhice.

Outra versão interessante e praticamente esquecida foi produzida pela Disney. As Peripécias de Um Ratinho Detetive lançada em 1986.

Na trama vemos o detetive Basil que teve como inspiração o nome do ator citado lá encima. Ele está investigando o rapto do Senhor Flaversham, um fabricante de brinquedos e Olívia, sua filha pede pra que ajude a encontra-lo. O vilão Ratagão também planeja raptar a rainha declarando-se rei.

Em sua empreitada, Basil tem a companhia do Dr. Dawson e durante essa aventura haverá um forte elo de amizade.  É uma animação caprichada com bons personagens e muito divertida depois que acaba você nunca mais consegue esquecer.

Também temos a série animada Sherlock Holmes no Século 22 que foi lançada em 1999.No enredo estamos em Nova Londres e a cidade está sofrendo com vários crimes (algo que não acontecia há muito tempo).

Numa noite enquanto a Inspetora Beth Lestrade perseguia um suspeito encontra o Professor Moriarty e descobre que possivelmente os problemas sejam causados por ele.

Decidiu como única solução utilizar tecnologia pra clonar a única pessoa que está apta pra lhe ajudar Sherlock Holmes.

E realmente pra fechar temos O Enigma da Pirâmide, um clássico das antigas na Sessão da Tarde. Como curiosidade o filme que não tem conexão com o cânone de Conan Doyle (sendo uma adaptação livre do detetive).

Sherlock (Nicholas Rowe) e Watson (Alan Cox) são adolescentes ainda na escola e que se deparam com um grande mistério. Algumas pessoas após serem atingidas por um dardo tem alucinações e acabam morrendo.

Essa aventura acaba se tornando o primeiro caso a ser desvendado pelo detetive e consolida sua amizade com Watson.

O Enigma da Pirâmide é um filme inteligente repleto de cenas de ação que lembra bastante Indiana Jones, pois Steven Spielberg assina como produtor. Vale a pena dar uma conferida para relembrar ou também pra conhecer.

Claro que há alguns momentos ruins, mas que se formos levar em consideração não estragam nossa diversão pela trama.

Espero que tenham gostado.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s